27/02/2013

Cuidados simples com a casa protegem sua família contra o mosquito da dengue

Não há algo que irrite mais do que zumbido de pernilongo no ouvido à noite e picadas que não param de coçar. Mas para evitar a criação do pernilongo comum, basta limpar e tampar caixas de gordura, canalizar esgotos a céu aberto e eliminar os depósitos de água suja e parada, além de ter sempre em mãos um bom repelente.

Contudo, a grande preocupação da população brasileira hoje é a existência do mosquito Aedes aegypti, transmissor da famosa e temida dengue. Todo ano, no início do período das chuvas, o governo lança campanha contra esse mosquito, uma vez que a prevenção ainda é a melhor maneira de combatê-lo.

Por isso, fique atento aos criadouros do mosquito em sua casa: descarte recipientes que acumulam água, limpe e seque calhas e toda estrutura da casa que possa empoçar água limpa, feche caixas de água e coloque areia nos pratos de plantas.

Nesse caso, verifique se o prato não está molhado e, se possível, lave-o e seque-o. Os ovos podem ficar grudados nas paredes dos vasos de plantas por até um ano.

E se você apresentar febre alta com início súbito, forte dor de cabeça, atrás dos olhos, ossos e articulações, perda do paladar e apetite, manchas e erupções na pele, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, procure imediatamente um médico.

Mais Notícias